Saúde de Sumé é escolhida a melhor do Cariri


A administração municipal de Sumé é mais uma vez premiada pelas ações e melhorias que são implantadas na cidade pela gestão do prefeito doutor Neto.No último sábado (02), o prefeito recebeu o prêmio "Gestor Referência no Cariri na Área da Saúde". Doutor Neto foi escolhido por um grupo de jornalistas do Cariri selecionados pela organização do evento.

A premiação aconteceu no município de Serra Branca e o evento foi uma promoção dos sites De Olho no Cariri, Paraíba Mix e Fest PB, respectivamente dos jornalistas Klebson Wanderley, Júnior Queiroz e Felipe Camarão.

De acordo com os organizadores do evento, ao receber o prêmio, doutor Neto foi o prefeito mais aplaudido da solenidade, em reconhecimento pelos serviços que tem prestado na área da Saúde com atuação em todo o Cariri, a exemplo do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Cariri Ocidental (Cisco).

A premiação da Saúde de Sumé ainda foi mais além. Também foi destaque o secretário de Saúde, Antônio Carlos Sarmento, eleito por votação popular, via internet, como o secretário mais atuante do município.

Além dos prêmios recebidos no último sábado (02), a administração de Sumé já havia sido premiada, recentemente, com duas escolhas de destaque nacional, uma na Saúde e outra na Assistência Social.

Na Saúde, o secretário Antônio Carlos, recebeu o prêmio Inovar, no Estado do Rio de Janeiro, pelos serviços ofertados na área enquanto secretário municipal. Quesitos como redução da mortalidade infantil, Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, campanhas de vacinação e cumprimentos de metas do Plano Municipal de Saúde foram preponderantes para a escolha de Sumé, que esteve entre um seleto grupo de 50 município brasileiros melhores avaliados.

Semana passada foi a vez da escolha da Assistência Social de Sumé, eleita pela segunda vez consecutiva com o Prêmio Nacional Sustentabilidade Social, estando colocada entre 50 municípios brasileiros melhores avaliados.

Sumé foi escolhida pelo trabalho realizado pela secretária Brígida Xavier e sua equipe à frente da Assistência Social do município. A premiação à Brígida será entregue entre os dias 15 e 18 de maio, na cidade de Foz do Iguaçu, no Estado do Paraná.

Também foram escolhidos como mais atuantes no Troféu Melhores do Cariri, os vereadores José Deocleciano (Dró), Donzília Martiniana e Jeffeson Menezes.

Ascom/Andréa Duarte

Troféu Melhores do Cariri reúne centenas de caririzeiros e se consagra o “Oscar do Cariri”



O evento de premiação do Troféu Melhores do Cariri foi simplesmente “inesquecível”. Cerca de 700 caririzeiros estiveram presentes à cerimônia que premiou 115 profissionais, empresários e agentes públicos da região. O evento ocorreu neste sábado (02), na Palhoça do Flamengo, em Serra Branca.

O Troféu Melhores do Cariri foi uma realização dos portais De Olho no Cariri, Paraiba Mix e FestPB e homenageou caririzeiros que foram eleitos pelos internautas através do site do evento e jornalistas que cobrem a região do Cariri. Foram homenageados ainda profissionais de imprensa que cobrem o dia-a-dia do Cariri.

Oito prefeitos da região estiveram presentes à cerimônia de premiação, além de dezenas de vereadores de 14 cidades caririzeiras. Empresários e profissionais destaques de Serra Branca também foram homenageados e estiveram presentes ao lado de familiares e funcionários.


Segundo o idealizador Klebson Wanderley, editor do portal De Olho no Cariri, o evento foi uma referência na região, a exemplo dos homenageados escolhidos para receber o prêmio. Ainda segundo ele, o sucesso da primeira edição corou o evento e consolidou sua segunda edição.

Para Júnior Queiroz, editor do portal Paraiba Mix e também idealizador do prêmio, o Trofeu Melhores do Cariri já começou grande, assim como foi planejado. Júnior ainda destacou que o objetivo principal foi de reconhecer os profissionais, empresas e agentes públicos que levam desenvolvimento a região através de geração de emprego e renda, e políticas públicas.

Ricardo fala pela primeira vez sobre divórcio e diz como nascimento do filho mudou sua vida


O governador Ricardo Coutinho (PSB) não é afeito a exposição de sua vida particular e evita tratar de temas pessoais, mas em uma entrevista descontraída ao jornalista Abelardo Jurema na Granja Santana, Ricardo abordou temas além do político e do administrativo. O governador falou pela primeira, embora que rapidamente, sobre o divórcio com a jornalista Pâmela Bório e destacou como o nascimento do filho do casal, Henry, mudou sua vida.

Sobre o divórcio, Ricardo, como era se esperar não se aprofundou no assunto, mas demonstrou que o fato não impactou muito sua vida. “Sem ter relação com o caso, mas o casamento não quer dizer necessariamente que você esteja acompanhado”, disse ele comentando como está a vida de recém separado.

Ricardo revelou ainda que mantém a guarda do filho Henry compartilhada com a mãe, cada um ficando com o garoto por dois dias. “É importante para que ele mantenha a convivência com o pai e com a mãe”, destacou.

Se o fim do casamento parece não ter impactado muito a vida do governador, a chega do filho foi totalmente o contrário. Ricardo lembrou que tem um filho, Rico Coutinho, com 26 anos e que foi pai pela segunda vez com 50 anos, o que lhe caracteriza com uma espécie e pai/avô.

“A criança de uma forma geral me sensibiliza muito. Quando eu chego num lugar que tem criança eu fico muito sensibilizado e com um filho então! Além disso, ele é uma criança muito esperta”, revelou Ricardo, fazendo questão de frisar que a sensibilidade se dá apenas no campo pessoal e que o político e gestor continua determinado a enfrentar os desafios de governar um estado como a Paraíba, mesmo que para isso, tenha que se indispor com algumas pessoas.

O governador revelou ainda que dorme muito tarde todos os dias, aproveita a noite para trabalhar e que as decisões mais importantes para o seu governo, são tomadas na cama, tendo apenas o travesseiro como o conselheiro.

Paraiba.com.br

Em entrevista a Veja, Cássio acusa Dilma de mentir para o Brasil


Líder do PSDB no Senado, o paraibano Cássio Cunha Lima lamentou nesta segunda-feira (4) que a presidente Dilma Rousseff (PT) mentiu para o Brasil durante a campanha eleitoral. As declarações do tucano foram concedidas a jornalista de VEJA, Joice Hasselmann.

“É constrangedor ter que dizer isso, mas a presidente Dilma mentiu para o Brasil. Estou me referindo a uma senhora que é avó, e é muito duro ter que dizer que uma mulher mentiu. E o fez porque conhecia a realidade do Brasil. Foi para a televisão dizer que a conta de energia iria cair 20% e aumentou 70%. Que os direitos trabalhistas não seria atingidos, mas estão sendo”, atacou o tucano.

O senador paraibano criticou os resultados do governo Dilma na economia e lembrou que a política macroeconômica implantada pelo ministro da Fazenda é a mesma que a petista atribuía a um eventual governo Aécio Neves.

“Cadê o controle da inflação, que já bateu a casa dos 8,2%, para os mais pobres já chega a 10%. Os dados da semana passada demonstrados pelo IBGE apontam alto patamar de desemprego, queda no poder de compra, juros disparando, ou seja, fez tudo o que ela acusava Aécio de fazer. O que é pior”, lamentou Cássio.

O tucano ainda acentuou que Dilma perdeu a confiança dos brasileiros e por isso não tem mais condições políticas de se manter no cargo.

“Só afastando do cargo. De alguma forma temos que pensar no país e no que vem acontecendo. Não há mais confiança do país na condução dela. Ela terceirizou a economia com Joaquim Levy e já fez uma renúncia branca. Agora no Dia do Trabalhador, pela primeira vez ela não falou em rede nacional”, disse.

Cássio também não poupou o vice-presidente da República, Michel Temer, acusando a aliança PT-PMDB de governar um Brasil em feudos.

“Temer e Dilma representam a velha, desgastada e carcomida política do toma lá, dá cá. O PT transformou ministérios em feudos”, enfatizou.

com Blog do Gordinho

Seca no Cariri paraibano é tema de reportagem na mídia nacional


A seca que assola a região Nordeste, em especial no Cariri paraibano, foi tema de reportagem veiculada no programa “Globo Rural”, nesse domingo, e destacou que a Paraíba é um estados mais atingidos pela falta de água.

Confira trechos da reportagem:

O Nordeste brasileiro está atravessando uma seca prolongada, mas ela acontece de forma desigual, varia de região para região. Em alguns lugares, não chove há quatro anos.

Na Paraíba, um dos estados mais atingidos, está ficando cada vez mais difícil a vida dos agricultores sertanejos.

Em plena temporada de chuva, os dias em boa parte do sertão começam com sol forte e calor.

A seca faz parte do clima do semiárido nordestino. Normalmente, chove durante quatro meses e passam oito sem chover. O problema é que nos últimos quatro anos, não têm chovido o suficiente, nem na chamada ‘estação das águas’.

Doutor Alexandre Magno é chefe do Departamento de Meteorologia da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), e explica que as chuvas dos últimos anos não têm sido suficientes para encher os reservatórios, nem para recuperar as reservas de água no subsolo.

A irregularidade das chuvas fez com que alguns estados ficassem em pior situação. O número de municípios nordestinos em situação de emergência subiu de 659 para 862. De 2011 para cá, cerca de 7 milhões de animais morreram.

Na Paraíba, a área mais afetada pela estiagem é a região do Cariri, que fica no centro do estado. As consequências da seca estão por toda parte.

Há lugares onde a vegetação da caatinga nem conseguiu rebrotar, os riachos permanecem secos e falta água e comida para alimentar os rebanhos.

O sítio de Zé Braz Negreiros tem 21 hectares e fica no município de Boqueirão. Nem o poço artesiano, com 50 metros de profundidade, resistiu aos anos consecutivos de estiagem.

Não choveu o suficiente nem para encher as duas cisternas da propriedade e Zé Braz está comprando água para abastecer a família. Já faz três anos que ele não consegue colher nada.

Zé vive da produção de leite que ele transforma em queijo, mas por causa da seca, ele foi obrigado a vender metade das 30 vacas que tinha e vem assistindo a renda da família despencar junto com a produção.

Se a chuva não vier, Zé terá que vender mais vacas porque com a renda atual, ele não tem como comprar ração para alimentar os animais.

A situação era mais fácil quando os criadores tinham palma em abundância para alimentar os rebanhos nos períodos de seca, só que nos últimos anos, uma praga praticamente dizimou os cultivos de palma: a cochonilha.

A cochonilha é um inseto que se multiplica e se espalha rapidamente. Nas folhas da palma, ela atrapalha o desenvolvimento e chega a matar a planta.

Segundo dados da Embrapa, de 2010 até agora, mais da metade dos palmais do Nordeste já foram destruídos pela praga, como aconteceu na propriedade de Fábio Gabriel. Ele também é produtor de leite e tinha três hectares de palma.

Quem não tem dinheiro pra comprar ração, acaba perdendo os animais.

Em quatro anos, a seca trouxe muito prejuízo para os agricultores da Paraíba, como conta o agrônomo Vlaminck Saraiva, diretor técnico da Emater no estado: “Na agricultura, nós tivemos todos os anos perdas na safra acima de 50%. Na pecuária, nós tivemos uma perda em torno de 40%. A gente tinha um rebanho de pouco mais de 1 milhão de cabeças, mas em torno de 40% desses animais foram mortos por causa do processo da estiagem prolongada”.

Para pagar as despesas da família, muitos agricultores contam com o Garantia Safra, seguro pago pelo Governo Federal em municípios que perderam mais 50% da produção por causa da seca, e com o Bolsa Família.

Como o Garantia Safra só é pago cinco meses por ano, muitos tiveram que arrumar trabalho fora para conseguir pagar as contas da família.

Os problemas se repetem por todo o cariri paraibano. Muitos agricultores contavam com o programa do Governo Federal que vendia milho subsidiado, a preço mais baixo, através da Conab, só que no começo desse ano, o subsídio acabou.

É bom lembrar novamente que a partir de junho, no segundo semestre, já não costuma mesmo chover no sertão do Nordeste, é quando começa o período normal de estiagem.

A situação é bem preocupante, porque o pessoal pode ter que enfrentar a seca até o final do ano. A hora para encontrar formas de auxílio e de agir é agora.

Projeto de João Henrique propõe divulgar nas escolas Código de Defesa do Consumidor


O Projeto de Lei 145/2015 que dispõe sobre a inclusão de atividades pedagógicas destinadas a divulgar o Código de Defesa do Consumidor nas escolas particulares da Paraíba, de autoria do deputado estadual João Henrique (DEM), foi aprovado por unanimidade pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

O PL foi estruturado com base na Lei Nº 8.078, de 11 de setembro de 1990 e obriga as escolas a fixarem em suas dependências recursos de direito de conhecimento sobre a Lei 9.870 de 23 de novembro de 1999 que trata de mensalidades escolares, adotando outras providências.

O projeto aprovado no plenário da ALPB foi publicado na terça-feira (28) no Diário do Poder Legislativo (DPL). E, de acordo com a justificativa do parlamentar, a ampla divulgação do Código de Defesa do Consumidor (CDC) possibilita o conhecimento de seus objetivos e amplia a discussão sobre a importância da transparência e harmonia nas relações de consumo.

O projeto que segue para a sanção do Governo do Estado determina que as Escolas Particulares da Paraíba devem adotar, inclusive, atividades pedagógicas, destinadas a divulgar o Código de Defesa do Consumidor. No entanto, as atividades pedagógicas devem ser trabalhadas dentro de um caráter interdisciplinar com alusão ao Código de Defesa do Consumidor, discutidas e avaliadas pela equipe pedagógica de modo a ser aplicada sem interromper as atividades curriculares normais.

O deputado João Henrique lembra que são direitos dos pais e estudantes em relação às escolas particulares, entre outros dispositivos, os seguintes:

a) Ser informados de forma clara os valores das mensalidades, com antecedência mínima de 45 dias antes da data final para a matrícula, afixando nas suas dependências em local de fácil visibilidade;

b) Ser informado que a escola só pode rever os valores das mensalidades somente uma vez por ano;

c) Ser dada ciência que o aluno em débito com a escola não poderá ser desligado antes;

d) Ser informado que se o aluno estiver com as mensalidades atrasadas, não poderá ser humilhado e nem ameaçado;

e) Estar ciente que é proibida a retenção de documentos escolares ou a aplicação de qualquer outra penalidade pedagógica, por motivo de atraso no pagamento das mensalidades.

Semana começa com tempo quente e temparatura de até 34° C no Cariri Paraibano


Poderá chover em várias regiões da Paraíba neste início de semana, menos no Cariri Paraibano, de acordo com previsão da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa). No Litoral, deve chover a qualquer hora do dia. A temperatura varia entre 24ºC e 30ºC.

No Brejo e Agreste, também há previsão para chuvas e a temperatura mínima para as duas regiões é de 21ºC.

No Sertão, a temperatura mínima é de 22ºC e a máxima, 35ºC. Segundo a meteorologia, poderá chover em pontos isolados.

Já no Cariri e Curimataú, não há previsão de chuvas e o tempo deve ficar nublado. Os termômetros oscilam entre 21ºC e 34ºC.

com Secom-PB

Deputado Antônio Mineral recebe homenagem em cidade do Cariri


O deputado Estadual, Antonio Mineral (PSDB), foi agraciado com um título de Cidadão Assunçãoense e recebeu a comenda em sessão especial realizada pela Câmara de Vereadores durante os festejos em homenagem aos 21 anos de Emancipação Política do município de Assunção, no Cariri.

Mineral tem forte ligação com Assunção e sempre defendeu os interesses deste município caririzeiro na Assembleia Legislativa.

O prefeito, Rafael Oliveira (PSD), fez questão de participar da sessão e prestigiar o Título de Cidadão do deputado.

Atualmente, Mineral é o primeiro suplente de sua coligação e está como titular devido a uma licença tirada pelo titular do cargo, Ricardo Marcelo.

com Heleno Lima

Tiroteio durante bingo gera tumulto entre população e deixa duas pessoas feridas, no Cariri


Dois homens, um de 50 e outro 34 anos de idade, foram baleados no domingo (3) no meio da rua na cidade de Boqueirão, Cariri paraibano. De acordo com a Polícia Militar, estava acontecendo um bingo e os tiros foram dados no meio da multidão. As vítimas foram levadas para o hospital.

O crime aconteceu por volta das 19h40. Policiais militares estavam montando uma base para acompanhar o bingo quando ouviram os disparos. Houve correria entre a população e os policiais avistaram os dois homens caídos no chão. As vítimas não souberam informar quem foi o autor dos tiros.

Eles foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levados para uma unidade de saúde em Boqueirão, onde receberam os primeiros socorros. Logo depois tiveram que ser transferidos para o Hospital Regional de Trauma de Campina Grande.

Segundo a Assistência Social do hospital, uma das vítimas passou por cirurgia e passa bem. Já a condição de saúde do outro homem não foi divulgada. Até as 6h40 desta segunda-feira (4), a Polícia Militar não tinha pistas de quem atirou nos dois homens.

com G1

Carro é encontrado abandonado em lixão da cidade de Gurjão


Na manhã deste sábado (02) populares de Gurjão encontraram um carro Corsa Classic, cor grafite ou chumbo, 4 portas, placa MOV - 9909 de Boa Vista-PB, abandonado dentro do famoso lixão, as margens da PB-176.

A polícia esteve no local para tomar as medidas cabíveis e localizar o proprietário do veículo e o motivo dele ter sido abandonado em Gurjão.
 
Paraíba Mix com Gurjão e Região em Destaque

Quatro prefeitos são multados pelo TCE por falta de transparência na gestão; um deles do Cariri Paraibano


Quatro prefeitos paraibanos foram multados pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) por falta de transparência na gestão. A multas varias de R$ 1,4 mil a R$ 2,5 mil. Segundo o entendimento dos membros da 2ª Câmara do TCE, os gestores estão descumprindo a Lei Complementar 131/2009 e a Lei 12.527/2011.

A primeira trata da disponibilização, em tempo real, de informações pormenorizadas sobre a execução orçamentária e financeira da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios e, a segunda, do direito ao acesso à informação por parte de todo cidadão.

O prefeito de Assunção, Rafael Anderson de Farias Oliveira, foi punido pelo descumprimentos às exigências legais de transparência na gestão com uma multa de R$ 1.436,32. O de Ibiara, Pedro Feitosa Leite terá que pagar uma multa R$ 1.795,37. No caso da prefeita de Igaracy, Deusaleide Jerônimo Leite, a multa foi de R$ 2.154,45. E, por último, o gestor de Itaporanga, Audiberg Alves de Carvalho, que deverá pagar de R$ 2.567,42.

A todos eles foi estipulado um prazo de 60 dias para o recolhimento aos cofres do Estado, em favor do Fundo de Fiscalização Orçamentária e Financeira Municipal. Além disso foi determinado o restabelecimento da legalidade.

com Blog do Gordinho

Grupo rouba todo dinheiro de banco na PB; na fuga, vigilante foi deixado amarrado em matagal


O vigilante de uma agência bancária de Rio Tinto (no Litoral Norte do estado, a 52 km de João Pessoa) foi feito refém na madrugada deste domingo (3) durante assalto à instituição.

De acordo com relatos do funcionário à polícia, três homens invadiram o prédio por volta das 1h, o renderam e se dirigiram ao interior da agência. Para ter acesso ao espaço, os homens estouraram a porta de vidro. Já dentro da agência, o grupo se dirigiu até o local onde fica localizado o cofre principal do banco. Com ajuda de ferramentas, o trio arrombou o equipamento.

Os bandidos conseguiram roubar todo o dinheiro que estava guardado no cofre, mas a polícia ainda não sabe o valor exato da quantia. Após a ação, os assaltantes levaram o vigilante até a BR 101, em Mamanguape, e o deixou amarrado em um matagal. O vigilante só conseguiu se soltar durante a manhã.

Moradores da região socorreram o vigilante, que telefonou para o colega que iria lhe render no plantão. O segurança escalado para esta manhã já havia chegado ao banco e acionado a polícia após perceber que a porta da agência estava quebrada.

Três guarnições policiais foram enviadas até o local, mas, até as 10h30, nenhum suspeito havia sido preso. Segundo o sargento Florinaldo Mota, da 2ª Companhia Independente de Polícia Militar de Mamanguape, a polícia aguarda a chegada da perícia, que deve analisar imagens do circuito de segurança para identificar os assaltantes.

com Portal Correio

Caririzeiro que é o mais alto do Brasil fica de fora de competição na Europa por falta de patrocínio


Natural de Assunção, no Cariri da Paraíba, Joelison Fernandes da Silva, conhecido popularmente como “Ninão”, ficou de fora de uma competição que reuniu os homens mais altos do mundo por falta de patrocínio. Com 2,37 metros de altura, o caririzeiro “Ninão” é o homem mais alto do Brasil.

De acordo com “Ninão”, ele recebeu um convite através de sua página do Facebook, para participar de um evento que reuniu os homens mais altos do planeta em Paris, na França, mas por falta de apoio financeiro não pode participar.

“Ninão” lamentou o episódio, e afirmou não ter condições financeiramente de arcar com as despesas da viagem até a Europa, e que necessitava de um valor de R$ 1000 reais, para poder participar do evento.

“Lamento muito não poder participar deste encontro de gigantes, justamente por falta de apoio, patrocínio, afinal levaria o nome de nossa PB e de nossa cidade ao conhecimento do mundo” disse “Ninão”.

Com Vitrine do Cariri / Erivaldo Guedes