Paraíba tem 74 mil adolescentes e crianças fora da escola, diz relatório


 A Paraíba ainda tem 74,1 mil crianças e adolescentes fora da educação básica, conforme aponta o relatório do movimento Todos Pela Educação (TPE) divulgado nesta quinta-feira (2). A população de crianças e adolescentes de 4 a 17 anos é de 923 mil na Paraíba. Desses, 91,9% estavam sendo atendidos nas escolas do estado em 2013, ano base do relatório. A meta do TPE para a Paraíba é de 94,8% crianças e adolescentes nesta faixa etária atendidas pela rede de ensino.

O cálculo exclui 7,5 mil adolescentes que já concluíram o Ensino Médio e, por essa razão, não estão matriculados na Educação Básica.

A deficiência foi apontada no relatório "De Olho Nas Metas 2013-14". O estudo publicado tem o objetivo de acompanhar o cumprimento de cinco metas estabelecidas pelo movimento para serem alcançadas até 2022 no país.

O relatório mostra que, entre os principais fatores que excluem crianças e adolescentes do sistema de ensino estão vulnerabilidade social, baixa renda, gravidez precoce, violência, trabalho infantil, deficiência e residência em zona rural. Grupos historicamente excluídos, como negros, indígenas e quilombolas também figuram entre os perfis com grandes dificuldades de acesso à educação.

A população de 15 a 17 anos é a que está mais fora da escola na Paraíba. A taxa de atendimento é de apenas 77,1%, o que significa que 49,4 mil estão fora da escola. A taxa de abandono no ensino médio é de 12,7% no estado.

De acordo com o Todos Pela Educação, o fato de a maior parte da população dos 4 aos 17 anos fora da escola concentrar-se entre 15 e 17 anos chama atenção para um dos principais gargalos da Educação brasileira: o Ensino Médio. “O desafio de se fazer uma escola atraente para o jovem é motivo de discussões que, até agora, não se converteram em políticas efetivas. E qualquer política específica para o Ensino Médio não terá valor se não se resolverem os entraves da etapa anterior, os Anos Finais do Ensino Fundamental, etapa que tem recebido ainda menos atenção das políticas públicas nos últimos anos”, diz o documento.

Na faixa etária de 4 a 5 anos, 5,7 mil estão fora da escola e a taxa de atendimento é de 95,1%. Na faixa de 6 a 14 anos, 18,9 mil não estão estudando, o que corresponde a uma taxa de atendimento de 96,7%.

Secretaria explica números de casos zika e orienta sobre cuidados e prevenção da dengue


O Ministério da Saúde confirmou recentemente 11 casos de zika em João Pessoa. A confirmação destes casos só foi possível graças ao intenso trabalho de monitoramento que é realizado periodicamente pelos técnicos da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Eles acompanharam a saúde de 6.963 pessoenses que apresentaram manchas vermelhas na pele (exantema) e que não foram identificados como dengue.

“Essas pessoas não se enquadravam totalmente nos casos de dengue, uma vez que estas manchas podem aparecer em diversas doenças virais. Para o Ministério da Saúde, a dengue só pode ser caracterizada quando ocorre febre e mais dois sintomas associados, que poderia até ser o exantema, mas não foi o que aconteceu nesses casos, uma vez que, em nenhum dos episódios houve quadro febril”, explicou a técnica Ana Larissa Libório. Por isso, a Vigilância Epidemiológica decidiu monitorar estes casos. “Quando a Vigilância identifica alguma agrave inusitado, como esses casos, realizamos um trabalho especial de monitoramento. Esse é o padrão de trabalho da Vigilância e foi o que fizemos com esses casos de exantema. Vale destacar que o MS observou o aumento desses casos em todos os estados do Nordeste”, destacou Daniel Araújo Batista, gerente da Vigilância Epidemiológica da SMS. Com o estudo foi possível identificar 15 amostras, consideradas aptas pelo Ministério da Saúde, para que fosse realizado o exame que identifica a presença do Zika Vírus. 

“As amostras foram enviadas para o Instituto Evandro Chagas, no Pará e após exames, foram identificados 11 casos positivos para zika. Esta iniciativa faz parte de uma pesquisa de circulação viral realizada pelo MS, cujo objetivo não é quantificar os casos e sim identificar a presença do vírus no município”, ressaltou Ana Larissa.

 Dengue – Entre os dias 01 de Janeiro e 02 de Julho, foram notificados 3.594 casos suspeitos de dengue, sendo que 2.360 foram confirmados. “Todos estão muito preocupados com a zika, mas a dengue é um agravo que pode se complicar e levar ao óbito, já nos casos de zika, os pacientes tiveram uma boa evolução. A partir de agora a tendência é reduzir o número de casos, pois o pico de notificação é no primeiro semestre, por conta das condições climáticas. As pessoas devem ficar mais vigilantes para impedir que o mosquito se prolifere e possa transmitir as doenças”, enfatizou Flávia Castelo Branco, que também é técnica da Vigilância Epidemiológica da SMS.

Sistema – O Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) é alimentado, principalmente, pela notificação e investigação de casos de doenças e agravos que constam da lista nacional de doenças de notificação compulsória do Ministério da Saúde.

Vigilância Epidemiológica – A Vigilância Epidemiológica de João Pessoa é responsável por acompanhar o comportamento doenças, agravos e de mudanças nas práticas de saúde, bem como detectar ou prever quaisquer mudanças que possam ocorrer nos fatores condicionantes do processo saúde-doença.

Vigilância Ambiental – O Centro de Vigilância Ambiental tem trabalhado diariamente no controle do mosquito Aedes Aegypti e outras pragas, realizando, visitas domiciliares, ações de conscientização da população através de palestras e reuniões em escolas, condomínios, empresas, prédios, entre outros locais. Por ano, a equipe chega a realizar mais de 600 mil visitas a domicílio.

“Nesta segunda-feira (6) vamos iniciar o Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), um estudo que avalia o risco de reprodução do mosquito da dengue. Isso vai dar condições para direcionar ações de acordo com a localização dos criadouros e assim orientar a população para que possam colaborar com o trabalho dos Agentes de Vigilância Ambiental”, informou Nilton Guedes, gerente do Centro de Vigilância Ambiental e Zoonoses da SMS.

Nilton destacou ainda a importância da população no trabalho de combate à dengue. “É importante que as pessoas olhem em volta, evite depósitos de água, dê continuidade ao trabalho realizado pelos agentes e denunciando os possíveis focos de dengue”.

Mosquito – O Aedes aegypti pode viver 35 dias, mas seus ovos podem sobreviver até 450 dias. O mosquito prefere locais úmidos e basta alguns milímetros de água para eles eclodirem e, em uma semana, transformarem-se em mosquitos adultos.

“Uma fêmea do mosquito precisa acasalar apenas uma vez para se tornar fértil. Em média, ela põe ovos a cada três dias. Alguns autores relatam que se viver 35 dias, ela pode produzir 1500 ovos. E para preservar a espécie, a fêmea procura distribuir os ovos em diversos locais”, explicou Nilton Guedes.


Disque Dengue – Para mais informações sobre a doença ou denúncia de possíveis criadouros, a população pode entrar em contato com o serviço Disque Dengue ligando 3214-5718.

Prefeitura de São José dos Cordeiros define datas para o Festival do Mel


Após o sucesso que foi o Melhor São Pedro do Cariri, a Prefeitura de São José dos Cordeiros começou a se organizar para o tradicional Festival do Mel, maior evento temático do Cariri da Paraíba e que anualmente atrai milhares de turistas para à cidade aquecendo a economia local.

A Prefeitura de São José dos Cordeiros modificou o final de semana do evento e vai realizá-lo nos dias 25 e 26 de setembro, última semana do mês.

A mudança se deu para melhor organização do evento, contratação de bandas e para não coincidir com outras festas da região. “Nossa intenção é fortalecer o turismo do Cariri e oferecer ao público a oportunidade de um grande evento temático e apresentações musicais”, explicou Felício Queiroz, secretário de administração de São José dos Cordeiros e um dos organizadores da festa.

Ele adiantou que as bandas começaram a ser fechadas e respeitando a situação de seca vivenciada no município, será mais um grande evento seguindo a tradição da gestão do prefeito Fernando Queiroz.

Polícia Rodoviária Federal realiza operação no Cariri paraibano


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está realizando desde o início do período dos festejos juninos na Paraíba várias abordagens em veículos para coibir o uso de bebidas alcoólicas durante a condução de automóveis e o combate ao tráfico de drogas.
Nesta sexta-feira, dia 03, a operação da PRF foi realizada na BR 412, no município de Sumé no cariri.

Os veículos abordados tiveram todos os documentos obrigatórios verificados, além de que os condutores realizam o teste de alcoolemia (bafômetro).

Os automóveis foram revistados, bem como seus ocupantes. O condutor que é flagrado dirigindo alcoolizado é encaminhado, quando ultrapassa o limite permitido, para a Delegacia de Polícia Civil (DPC) mais próxima.

Os condutores com índices de álcool no sangue cabíveis de multas, tem as devidas multas aplicadas e ainda são convidados para assistir a um vídeo educativo sobre o tema no ônibus do Cinema Rodoviário.

Ascom

Presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba visitará a região do Cariri na próxima terça


O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE), Desembargador João Alves da Silva, juntamente com o vice-presidente José Aurélio e uma comitiva de assessores, visitará na próxima terça-feira, 07 de julho a cidade de Cabaceiras, no Cariri do estado.

A visita do presidente do TER-PB a Cabaceiras tem o objetivo de tratar sobre o recadastramento biométrico no Município. O evento será realizado no Plenário da Câmara de Cabaceiras às 9hs da manhã, e contará com representantes dos municípios que compõem a Comarca de Cabaceiras.

O presidente da Câmara de Cabaceiras Renato Maracajá falou da importância desse processo de recadastramento biométrico, e colocou a Câmara a disposição da Justiça Eleitoral. “Com o recadastramento biométrico, teremos uma apuração bem mais rápida e segura em Cabaceiras, é importante que o cidadão cabaceirense possa fazer o recadastramento e ficar habito a exercer o seu papel de Cidadão”.

Como funciona o recadastramento

O recadastramento biométrico do eleitor envolve quatro passos básicos: atualização dos dados biográficos, digitalização da assinatura, fotografia e coleta das digitais de todos os dedos das mãos. Além de corrigir possíveis distorções do eleitorado, o procedimento confere mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação, impedindo que uma pessoa tente se passar por outra na eleição.

Ascom

Animal na pista provoca mais um acidente na BR-412


Não é de hoje que os motoristas que trafegam na rodovia federal BR-412, que corta a região do Cariri paraibano, reclamam da constante presença de animais soltos na pista.

Nesta quinta-feira (02), uma cabra solta na rodovia, próximo ao Distrito de Santa Luzia do Cariri, município de Serra Branca, provocou um acidente que deixou duas pessoas feridas. Um casal seguia em uma motocicleta, quando próximo ao distrito, colidiu com o animal.

O homem e a mulher sofreram ferimento leves e foram socorridos para o Hospital Alice de Almeida, em Sumé. Ambos passam bem.

Com Vitrine do Cariri

Pré-candidato a prefeito de Livramento será o entrevistado do Programa Ponto de Vista na Serra Branca FM


O Programa Ponto de Vista da Rádio Serra Branca FM que é o mais tradicional semanário de entrevistas da região do Cariri Paraibano terá na edição deste sábado (04) uma pauta dupla.

Um dos convidados para o programa deste sábado é o empresário Anchieta Anastácio que lançou sua pré-candidatura a prefeito de Livramento nesta semana e concederá sua primeira entrevista a um órgão de imprensa.

Anchieta Anastácio estará acompanhado de vereadores de oposição e fará uma avaliação administrativa da cidade de Livramento como também discutirá sobre as eleições 2016.


O Programa Ponto de Vista tem início às 11:00 horas pela 103.3 ou pelo site www.serrabrancafm.com.br.

Cerca de 20 municípios do Cariri Paraibano enfrentam epidemia de dengue; confira quais são


A Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB) divulgou, nesta quinta-feira (2), o Boletim Epidemiológico da dengue e chikungunya, referente ao período de 1º de janeiro a 23 de junho. Nesse período, foram notificados 17.106 casos suspeitos de dengue na Paraíba, sendo confirmados 6.082 casos, com 2.422 casos descartados. Dentre os casos confirmados até esta 25ª semana epidemiológica de início de sintomas, 64 deles foram classificados como dengue com sinais de alarme, sendo 11 casos de dengue grave. Os demais seguem em processo de investigação.

Atualmente, 101 municípios da Paraíba (45,29%) estão classificados em epidemia de dengue, ou seja, coeficiente de incidência (número de casos/100 mil habitantes) acima de 300%. São eles: Água Branca, Alagoa Grande, Alagoinha, Alcantil, Alhandra, Aparecida, Arara, Areia de Baraúnas, Areial, Aroeiras, Bananeiras, Baraúnas, Barra Santana, Bayeux, Belém, Boa Vista, Bom Jesus, Borborema, Brejo dos Santos, Cabaceiras, Cabedelo, Cachoeira dos Índios, Cacimbas, Caiçara, Cajazeiras, Camalaú, Capim, Catolé do Rocha, Caturité, Conde, Coxixola, Cuitegi, Diamante, Dona Inês, Esperança, Fagundes, Frei Martinho, Guarabira, Gurjão, Ingá, Itaporanga, João Pessoa, Juarez Távora, Juazeirinho, Junco do Seridó, Juripiranga, Juru, Lagoa, Logradouro, Mãe D’água, Manaíra, Marizópolis, Matinhas, Maturéia, Mogeiro, Monte Horebe, Monteiro, Nazarezinho, Nova Olinda, Nova Palmeira, Ouro Velho, Parari, Pedra Lavrada, Pedro Regis, Piancó, Picuí, Pilar, Pilõezinhos, Pirpirituba, Pitimbu, Prata, Princesa Isabel, Puxinanã, Remigio, Riachão, Riachão de Santo Antônio, Riacho dos Cavalos, Salgado de São Félix, Santa Helena, Santa Luzia, Santa Rita, Santo André, São Domingos, São João do Rio o Peixe, São José dos Espinharas, São José de Princesa, São José do Sabugi, São José dos Ramos, São Mamede, São Sebastião do Umbuzeiro, Serra da Raiz, Serra Grande, Sertãozinho, Sousa, Tavares, Teixeira, Uiraúna, Umbuzeiro, Várzea e Zabelê.

Considerando a incidência da Dengue no Estado nos anos de 2013, 2014 e 2015, que foram respectivamente, 219,35%, 94,17%  e  372,32%, destaca-se a sinalização de epidemia para o ano em curso. “Essa situação pode ter aumentado tendo em vista a recomendação da notificação dos casos de Síndrome Exantemática de Etiologia Desconhecida, nos meses de maio e junho – indivíduo residente no Estado da Paraíba que apresente exantema (manchas avermelhadas), acompanhado ou não de febre baixa (até 37,7ºC) e outros sinais e sintomas, que não atendam a definição de caso suspeito de sarampo, rubéola, dengue e chikungunya”, afirmou a gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES-PB, Renata Nóbrega.
Ela reforçou a importância do monitoramento constante em todo Estado para o agravo de casos, tendo em vista o aumento das notificações entre os anos de 2014 e 2015, no período de 1º de janeiro a 23 de junho, tendo em vista que no ano passado foram notificados 5.134 casos. “Quando comparamos os dados à realidade do Brasil, destacamos que a Paraíba está com números abaixo da incidência nacional”, observou.
Renata Nóbrega disse, ainda, que, com a confirmação de nova doença circulante no Brasil e na Paraíba, Zika Vírus, a SES-PB discutirá com as Secretarias Municipais de Saúde o encerramento dos 1.274 casos que foram notificados como exantema de etiologia a esclarecer em maio e junho.

Óbitos – De acordo com o boletim, dois óbitos por dengue foram confirmados, um no município de Alhandra e outro em Guarabira. Quatro mortes seguem em processo de investigação – uma em Alhandra, outra em São João do Rio do Peixe, uma em Guarabira e uma em Sousa. “Ao comparar com o período do ano de 2014, quando foram registrados cinco óbitos por dengue, a SES-PB recomenda às Secretarias Municipais de Saúde o alerta de manter a rede atenta para o diagnóstico precoce da doença e o manejo correto para que os óbitos sejam evitados”, disse Renata Nóbrega.

Os óbitos que se encontram em investigação estão aguardando o resultado do laboratório do Instituto Evandro Chagas – IEC, no Pará, e seguem acompanhados pela área técnica e municípios, conforme preconizado pelo protocolo do Ministério da Saúde.

Febre de Chinkungunya – Na Paraíba, até a 25ª Semana Epidemiológica, foram notificados sete casos suspeitos de febre nos municípios de Pombal (1), Alhandra (1), Campina Grande (1), Umbuzeiro (2), Coremas (1), João Pessoa (3), Rio Tinto (01), sendo cinco descartados e dois em investigação, aguardando resultado. “A SES-PB informa que todo caso suspeito de Chikungunya é de notificação compulsória imediata e deve ser informado em até 24 horas às esferas municipal, estadual e federal, por meio dos telefones: 0800.281.0023/ 3218-7331/ 8828.2522”, disse Renata Nóbrega.


Carro fumacê – Trata-se de uma intervenção que preferencialmente deve ser restrita a áreas vulneráveis, evitando, assim, o uso excessivo de inseticidas em áreas não indicadas, enfatizando, portanto, o uso oportuno desse insumo crítico nas ações de controle de dengue.
Neste ano, 15 municípios receberam intervenção do carro fumacê e, no momento, ele está atuando em 10 municípios. Foram usados, aproximadamente, 280 litros do adulticida Lambdacialotrina CE 5% e 3.220 litros de óleo Vegetal, utilizado como solvente.


Alerta para Zika Vírus – A Secretaria de Estado da Saúde realiza desde o mês de fevereiro o acompanhamento da situação epidemiológica do aumento de pessoas que procuram os serviços de saúde com sinais e sintomas diferentes das formas de dengue e outras doenças de notificação compulsória padronizadas pelo Ministério da Saúde. Dessa forma, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa e Ministério da Saúde foi realizado investigação desses “exantemas a esclarecer”.

Após envio de 20 amostras enviadas para análise no Instituto Evandro Chagas-Pará, o Lacen-PB recebeu em 30 de junho de 2015 alguns dos resultados. Dos 15 resultados recebidos, 11 foram confirmados para o Zika vírus no município de João Pessoa, o que reafirma a circulação da doença no Estado da Paraíba.

Jovem queimado na zona rural de Serra Branca é identificado


O jovem que foi encontrado queimado hoje no sitio Angico, zona rural de Serra Branca, Cariri Paraibano, foi identificado por parentes agora pouco em Campina Grande.

Trata-se do jovem Alexandre Lima, 20 anos. Ele estava desaparecido desde ontem à tarde e pode ter sido vítima de acerto de contas ou vingança, já que o crime pode está associado ao homicídio ocorrido em Sumé, durante a programação junina.

De acordo com informações, o jovem foi agredido, e em seguida, talvez ainda com vida,  amarrado e queimado. O corpo foi encontrado carbonizado.

Alexandre morava no conjunto habitacional e os autores deste crime bárbaro ainda não foram identificados. A Polícia foi acionada e deu início as investigações do crime.

com Cariri em Ação e Jacqueline Oliveira

Santa Cruz e Boca Junior disputam mais uma vez a grande final Copa Parariense de Futebol Society


Desportistas de Parari vivem a expectativa para mais uma tarde esportiva quando acontecerá a final da 5ª Copa Parariense de Futebol Society.

A competição teve início no mês de maio e é organizada pela Secretaria de Esportes na pessoa do Secretário Cristiano Moura e este ano contou com a participação de 9 equipes das diversas localidades do município.

Um grande público é aguardado pois serão realizados dois grandes jogos. As 14:00 horas Flamengo do Farias e Grêmio do Campo Grande se enfrentarão disputando o 3º lugar e as 15:30 a bola vai rolar com a grande final que se repete entre Santa Cruz e Boca Junior.

Ano passado as duas equipes já se enfrentaram em um jogo bastante disputado e acirrado, quando o placar terminou empatado em 2 a 2 e nas penalidades o Boca foi o grande campeão.

Uma grande estrutura vem sendo preparada para que a copa parariense de futebol society seja coroada com muito brilho.

Segundo o Secretário Cristiano Moura o sucesso da competição dar-se graças ao empenho dos dirigentes de equipes, atletas, desportistas e as parcerias com o comercio local, as demais secretarias do município, Policia Militar e o Prefeito Josa que sempre vem apoiando e incentivando as atividades esportivas no município.

Paraíba Mix
Edilmo Lima

Cássio critica PT por falta de coerência e volta a defender novas eleições


O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), ocupou a tribuna, na tarde desta quinta-feira (02), para rebater as declarações feitas pelo líder do PT na Casa, Humberto Costa (PE). Costa afirmou que o PSDB aposta no “quanto pior, melhor!” para o Brasil. Cássio revidou e disse que faltou, ao senador Humberto, um elemento básico para qualquer argumentação: a coerência. “Não tem mais como piorar o Brasil, além do que o PT conseguiu fazer”- comparou o tucano.

PLC 28/2015 – Sobre a acusação de que o PSDB quer quebrar o Brasil ao defender aumentos salariais de até 78% para servidores públicos, Cássio disse que Humberto Costa sofreu uma crise de amnésia logo após a votação da matéria.

“Durante toda a sessão, que foi transmitida ao vivo, o senador Humberto Costa e outros membros do PT encaminharam contra a matéria, mas surpreendentemente, na hora de votar a matéria, o líder do PT liberou a bancada. O placar registrou 62 votos favoráveis. Não houve um único voto contrário. Essa argumentação do senador Humberto Costa não faz o menor sentido, porque ele jogou para a plateia. Como se diz lá no Nordeste, ele ‘correu com a sela’, porque não teve coragem de colocar o seu voto contrário à matéria e liberou a bancada. O PT disse que a aprovação da matéria seria uma irresponsabilidade, mas na prática, o partido foi decisivo para um placar unânime”.

Dois lados do Brasil – Para Cássio, o Brasil está dividido em dois lados: o do governo e o do povo brasileiro. Ele afirmou que o PSDB está ao lado do povo brasileiro.

Governo vai cair de podre –“O governo do PT não será derrubado, porque ele não é uma estrutura. Ele será limpo com benzina, porque ele é uma mancha. Parafraseio aqui o meu pai, o nosso poeta Ronaldo Cunha Lima, quando ele dizia que a ditadura não seria derrubada porque não era uma estrutura e, sim, limpa com benzina, porque era uma mancha. Está sendo praticado um golpe contra o patrimônio do governo brasileiro com tanta corrupção”, afirmou o líder.

Fim do jogo – Cássio disse que a oposição irá ao Tribunal de Contas da União (TCU) contra a presidente Dilma Rousseff em relação ao descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal com a não observância de limites orçamentários. Segundo o líder, o governo federal extrapolou as despesas da União em mais de dez bilhões de reais.

“O jogo acabou! Estamos contando os dias para que esta crise possa ser debelada com o desfecho desse processo. Vamos acompanhar de perto o andamento do processo junto ao Tribunal Superior Eleitoral e acreditamos firmemente que, já no próximo semestre, haverá o julgamento que poderá cassar o diploma da presidente Dilma e do vice Michel Temer. O que Dilma tem que fazer é renunciar e termos novas eleições. O PSDB defende a realização de novas eleições. Fundamental é promover novas eleições e o povo votar”.

Fim do mundo – Cássio comentou que o senador Humberto Costa eleva o tom do ataque ao PSDB porque, como se não bastassem todos os escândalos que já foram descobertos, a Polícia Federal deflagra operação onde a Casa da Moeda está envolvida.

“O sistema de corrupção montado pelo PT é o fim do mundo. Nem a Casa da Moeda escapou! Uma instituição que tem a responsabilidade de imprimir as cédulas de Real que circulam na nossa economia. Como se não bastasse, o Banco do Brasil está vendendo dólar falso. É o fim do mundo!”.

Povo revoltado – Na avaliação do líder, a rejeição das pessoas ao governo do PT não é momentânea. Cássio diz que o sentimento do povo é de revolta.

“Não é uma rejeição política momentânea a que qualquer governante está exposto. Não é uma avaliação que depende das circunstâncias do momento. É revolta! As pessoas foram enganadas de forma deliberada na eleição. Estamos assistindo a tudo aquilo que foi negado durante as eleições: desemprego em alta; o poder de compra do trabalhador reduzido; inflação alta; os juros  na estratosfera; aumento de combustível e de energia. Quantos milhões de brasileiros deixaram de votar em Aécio Neves acreditando naquilo que foi dito na campanha eleitoral?”.

Organização criminosa – Para Cássio, a eleição presidencial foi viciada e Aécio Neves perdeu a campanha para uma organização criminosa que ocupou e aparelhou o Estado brasileiro.

“É um rosário de crimes cometidos na tentativa de perpetuação no poder, mas o Brasil é maior do que tudo isso. Nós vamos superar esta crise, porque temos quadros políticos qualificados e um povo que ama o nosso país e que será o grande responsável por tirar o Brasil desta situação”.

Trincheira de luta – O governo federal só tem falado em ajuste fiscal. “É uma música de uma nota só: ajuste fiscal, ajuste fiscal e ajuste fiscal”, afirmou Cássio. Até o mês de maio, o governo só atingiu 38,5% da meta fiscal. Segundo o senador, a União só contribuiu com 12% deste montante.

“A União não consegue fazer o seu dever de casa porque quebraram, assaltaram o Brasil e empurram a conta para que a sociedade pague a conta. Não foi o PSDB quem quebrou o país, quem quebrou o Brasil foi o PT! Nós somos responsáveis pelo Plano Real, pela estabilização da economia, pelas bases que lançamos para que o Brasil pudesse avançar e crescer. Essas bases estão sendo destruídas por um partido que quer se manter no poder a todo custo. (O senador) Humberto Costa se esquece de que o PT se recusou a assinar a constituição de 88 e tentou boicotar tudo que era positivo no Brasil. Nós iremos lutar contra tudo isso e faremos um bom combate! Não vamos nos acovardar. Esse é um momento de coragem, de enfrentamento. Nós estaremos na nossa trincheira de luta em defesa do povo brasileiro, da decência, da ética, da dignidade e da mudança para que o país saia da crise”.

MaisPB

Representantes do PSB de Serra Branca se reúnem com secretários e encaminham pleitos para o município


Representantes do PSB de Serra Branca estiveram nesta quinta-feira (2) nas secretarias e órgãos do governo do Estado em João Pessoa para encaminhar pleitos nas áreas de esporte, agricultura e geração de emprego e renda.

Na 1ª audiência com o Secretário de Esportes do Estado, ‎Tibério Limeira, foram discutidos projetos de apoio ao esporte no município. Na 2ª audiência com o coordenador do Procase, Hélio Barbosa, foram apresentados projetos de apoio ao cultivo de frutas no distrito de Sucuru e outro para aquisição de equipamentos para beneficiamento de polpa de frutas nas Duas Serras.

Na 3ª reunião com a presidente do Cendac, Valquíria Alencar ficou agendado para o dia 20 de julho o início das aulas do curso de Corte e Costura para formação de 50 costureiras em Serra Branca. Parceria do Cendac e o empresário serra-branquense, Diego Nunes, que possui uma fabriqueta de confecções no município.

O presidente do PSB de Serra Branca, Clóvis Gaião, o agricultor e delegado do Orçamento Democrático, Galego da Castanha, o vereador ‎Paulo Sérgio Barros e o empresário Diego Nunes participaram das audiências. “Estamos plantando sementes que começam a gerar frutos e contribuir para o desenvolvimento de Serra Branca. Acreditamos no caminho do trabalho para mudarmos a difícil realidade vivenciada pela população do município”, avaliou Clóvis Gaião. 

Comandante da 11° BPM destaca segurança durante o São João na região do Cariri


O Comandante do 11º Batalhão da Policia Militar – Sede em Monteiro, Coronel Simão, confirmou em entrevista à imprensa local nesta quinta-feira (02), que os números relativos à área de segurança durante “O Melhor São João de Todos os Tempos”, edição 2015, em Monteiro, foram extremamente satisfatórios.

Segundo o Comandante, em todo o Cariri foram apenas 24 ocorrências em 60 eventos cobertos pela Polícia Militar. Em Monteiro, foram 19 ocorrências nos seis dias de festa, destacando que nos dias 23 e 25, houve zero de ocorrência. “As principais ocorrências se concentraram nos dias 24, e nos três últimos dias da festa, tendo relação com o montante de pessoas e o porte das atrações”, afirmou.

Para o Coronel Simão, a Central de Monitoramento através de câmeras teve papel fundamental, pois proporcionou ao efetivo uma facilidade maior de ter acesso às atitudes suspeitas.

“Inclusive através da observação de atitude suspeita, foi que logramos êxito na prisão de um acusado de falsificação e comercialização de bebidas adulteradas”, disse o Coronel.

“O ponto de apoio que foi cedido através da parceria da Prefeitura Municipal de Monteiro, também foi de vital importância para nosso trabalho tendo em vista que nos permitiu nos articular e dar respostas mais organizadas e efetivas as possíveis ocorrências, por isso parabenizo a administração pela cessão e criação do local, que serviu de base para o restante de nossas ações exitosas”, concluiu o Comandante.

com Vitrine do Cariri