Caravana do Coração vai atender 1000 pacientes em 13 cidades paraibanas, inclusive no Cariri


Nesta sexta-feira (22) pela manhã, a secretária de Estado da Saúde, Roberta Abath, se reuniu com a presidente do Círculo do Coração, Sandra Mattos; gerentes regionais de saúde e diretores de hospitais, para ajustar os detalhes técnicos da III Caravana do Coração, que será realizada no período de 29 de junho a 11 de julho, em 13 municípios, começando por Cajazeiras e seguindo por Sousa, Catolé do Rocha, Pombal, Patos, Itaporanga, Princesa Isabel, Sumé, Esperança, Picuí, Guarabira, Itabaiana e Mamanguape. O objetivo é atender cerca de 1000 pessoas, entre crianças e gestantes, com problemas cardíacos.

O público-alvo da caravana, que vai contar com a participação de cerca de 50 profissionais, são crianças de 0 a 12 anos e gestantes com idade gestacional de 22 a 28 semanas, que apresentem algum tipo de cardiopatia ou problemas oriundos de cardiopatias, a exemplo de febre reumática, sopro, cianose, taquicardia e desmaios, em crianças; e nas mulheres, problemas como diabetes clínica, cardiopatia já estabelecida, má formação fetal, histórico familiar de cardiopatia, hipertensão materna, entre outros. A meta é atender 80 crianças e 20 gestantes, em cada município.

Além da assistência, a Caravana oferecerá cursos de capacitação aos profissionais de saúde dos 13 municípios. Serão 60 vagas por cidade. Os cursos são: Transporte do Recém Nascido de Risco; Assistência de Enfermagem ao Recém Nascido; Reanimação Neonatal; Auxiliar da Reanimação Neonatal; Acesso venoso no recém nascido; Suporte ventilatório no recém nascido e Uso do CPAP artesanal no recém nascido.

“A Caravana, no seu perfil de capacitação, tende a deixar melhor preparados os profissionais dos vários níveis de assistência, o que resulta na redução da morbimortalidade materna e neonatal, uma vez que haverá melhor qualidade na prestação do serviço”, destacou o coordenador estadual da Rede de Cardiologia Pediátrica e também instrutor dos cursos, Cláudio Regis.

A presidente do Círculo do Coração, Sandra Mattos, explicou que há grandes novidades na terceira edição da Caravana do Coração. Uma delas será a implantação das “salas do coração”. “Serão salas de telemedicina, que vão servir de ambientes virtuais de ambulatórios, onde médicos e enfermeiros locais vão trabalhar com profissionais do Círculo para fazer o acompanhamento das crianças cardíacas da cidade”, explicou.

Outra novidade é a capacitação continuada em saúde, onde as aulas serão disponibilizadas na internet, no site do Círculo. “Toda semana temos reunião onde discutimos casos clínicos, trabalhos de literatura e rotinas do projeto. Todas as discussões são gravadas e vão pro programa de educação continuada, do Círculo do Coração. Os profissionais de saúde poderão acessar a qualquer momento”, disse Sandra.

Ainda terá a implantação do “Ecotaxi”, pelo qual uma mala com todos os equipamentos necessários para fazer ambulatório de cardiologia (máquina de ecocardiografia, estestoscópio, tensiômetros) irá para as cidades para o atendimento ambulatorial.

Balanço – Em 2013,  foi realizada a 1ª Caravana do Coração.  “Foram nove dias de viagem e neste período realizamos  4.608 atendimentos nas áreas de Enfermagem, Cardiologia, Ecocardiograma, Psicologia, Nutrição, Serviço Social, Arte Terapia, Ausculta Cardíaca e Eletrocardiograma em 512 pacientes”, explicou Sandra Mattos.

Ano passado aconteceu a 2ª Caravana do Coração, que visitou 13 municípios com duração de 14 dias e desta vez com 40 profissionais.  ​Nesta Caravana, foram  realizados  9.171 atendimentos nas mesmas áreas da primeira caravana, em 1.019 pacientes. Foram ainda realizadas capacitações em reanimação neonatal, transporte e cateterismo umbilical para 495 profissionais de saúde.

Outros dados – A Rede de Cardiologia Pediátrica (PB\PE) realizou nos últimos três anos cerca de 80 mil triagens neonatais. Ainda de acordo com os dados, nesse mesmo período, foram realizadas 7 mil consultas e ecocardiogramas, 800 capacitações profissionais, além de 330 cirurgias no Complexo de Pediatria Arlinda Marques, na Capital, referência na área, e mais 62 outras cirurgias, no Recife, de pacientes cardiopatas paraibanos. A Rede de Cardiologia Pediátrica (PB\PE) é fruto de um convênio assinado  entre o Governo do Estado e o Círculo do Coração de Pernambuco no dia 17 de outubro  de 2011, no valor de R$ 3.327.633,12. Em novembro de 2013, o convênio foi renovado em R$ 6 milhões.

A Rede hoje cobre quase 85% dos nascimentos da rede pública de maternidades.  A Paraíba é pioneira no projeto do Círculo do Coração e oferece assistência de qualidade à população, desde o atendimento ambulatorial até a alta complexidade. A Rede de Cardiologia Pediátrica é financiada com recursos da Secretaria de Estado de Saúde e surgiu da necessidade de melhorar o atendimento em cardiologia pediátrica no Estado.

O serviço  também atua na capacitação dos profissionais do sistema público de saúde, em especial neonatologistas, ultrassonografistas, pediatras e enfermeiros, visando o diagnóstico e tratamento das doenças cardíacas em crianças. As equipes são treinadas para realizar a triagem neonatal por oximetria de pulso, exame feito nas primeiras 24 horas de vida do bebê, capaz de detectar doenças cardíacas congênitas. O exame avalia a saturação de oxigênio no sangue. Nos casos em que é detectada alguma anormalidade, os bebês são encaminhados para realizar exames mais aprofundados. Também é feita triagem neonatal com ecocardiograma realizado pelo neonatologista, com supervisão de um cardiologista online. Além disso, contam com toda a assistência clínico-cirúrgica dos médicos ligados ao Círculo do Coração de Pernambuco.

Avaliação - Sandra Mattos avalia o projeto de forma bastante positiva: “Acredito que hoje não temos nenhum estado que seja capaz de ter uma triagem, uma avaliação e manuseio de crianças cardiopatas como temos na Paraíba. Nós fizemos um trabalho recente mostrando que estávamos detectando quatro bebês em cada mil nascidos vivos com cardiopatia. Hoje, nós detectamos em torno de 10 a 11 bebês. E o que se acredita é que, em torno de 10 bebês, de cada mil nascidos vivos, tem doenças cardíacas. Então, praticamente, estamos detectando a totalidade dos bebês que nascem com doenças cardíacas no estado”, avaliou.

“Além do mais, há essa integração dos profissionais e treinamento das equipes. O projeto tem sido fantástico e acredito que quando chegarmos em outubro, quando completa quatro anos, nós vamos passar da marca dos 100 mil atendimentos. Atualmente, já passamos dos 80 mil”, concluiu.

Secretaria da Educação alerta estudantes da rede estadual sobre mudanças no Enem 2015


A Secretaria de Estado da Educação (SEE) informa aos alunos concluintes da rede estadual de ensino que as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médico (Enem) 2015 começam na próxima segunda (25) e vão até o dia 5 de junho. As provas ocorrerão nos dias 24 e 25 de outubro com a mesma estrutura das edições anteriores.

Entre as principais mudanças estabelecidas para esta edição destacam-se: os estudantes que concluíram o Ensino Médio em escolas públicas e aqueles que declararem carência poderão solicitar isenção da taxa, desde que se façam presentes nas provas, caso contrário, deverão justificar a ausência ou perderão o benefício no próximo ano. Outra novidade é que os estudantes que não estejam no 3º ano do Ensino Médio ou que não tenham concluído essa série não poderão usar a nota da prova como forma de ingresso em universidades.

O cartão de confirmação de inscrição, antes enviado ao endereço dos inscritos homologados através dos correios, agora estará disponível, exclusivamente, no sistema do Inep. O candidato poderá acessá-lo e imprimi-lo. O cartão de inscrição é o documento que contém todas as informações do candidato.

Concorrentes em condições especiais também devem ficar atentos a alterações: quem tem visão monocular pode pedir prova ampliada e em braile, ledor e transcritor; candidatos com discalculia podem pedir auxílio de ledor e de transcritor; travestis e transexuais que pretendem ser identificados pelo nome social e usar banheiros de acordo com a opção sexual deverão fazer a inscrição normalmente e, posteriormente, entre 15 e 26 de junho, devem encaminhar, por meio da página do Enem na internet, cópia de documento de identificação, uma foto recente e o formulário preenchido, disponível on-line.

Horário de início das provas: os portões continuarão fechando às 13h (Horário de Brasília). Mas as provas deverão iniciar às 13h30 para que haja paridade no horário em todas as cidades aplicadoras das provas. No primeiro dia, serão cobrados conteúdos de ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias, e a prova terá duração de 4h30. No domingo, os candidatos terão 5h30 para responder itens sobre linguagens, códigos e suas tecnologias, matemática e suas tecnologias e fazer a redação.

No edital, também é possível conferir as especificidades para cada tratamento especial. O MEC justifica as mudanças por motivos de economia e segurança. Veja o edital acessando o portal do MEC: http://enem.inep.gov.br/

Parlamento do Cariri: Mais de 20 vereadores da região se reúnem e definem três demandas para o Orçamento Democrático

(Parlamento do Cariri - Foto: Paraíba Mix)

 Os vereadores dos municípios de Parari, Gurjão, Serra Branca, Coxixola, São João do Cariri se reuniram na cidade de São José dos Cordeiros, anfitriã do encontro, onde apresentaram demandas dos seus respectivos municípios, bem como, demandas de caráter regional. A cidade de Cabaceiras também participou da plenária como ouvinte.

O encontro foi presidido pelo vereador serra-branquense Paulo Sérgio Barros que inicialmente abriu espaço para os representantes da Universidade Estadual da Paraíba UEPB, campus de Monteiro, os professores Zé Luiz e o Marcelo, diretor do campus.

Na oportunidade, o professor Zé Luiz relatou as dificuldades encontradas no campus da UEPB de Monteiro e pediu ajuda aos vereadores do C7, especificamente, para o fortalecimento da infraestrutura do campus. O professor acrescentou que está sendo articulando dentro do campus da UEPB Monteiro um movimento para que os alunos participem da plenária do Orçamento Democrático e apontem a necessidade da criação da sede do campus UEPB Monteiro.

Já o gerente regional do Orçamento Democrático, Aragonês Correia, esteve no encontro e participou do debate, pedindo o engajamento de todos os municípios para estarem juntos na audiência regional do ODE que acontecerá dia 12 de junho em Sumé.

No debate, os vereadores demandaram várias questões para a região como a criação Escola técnica de Serra Branca, criação da sede do campus da UEPB em Monteiro, asfalto da estrada de Taperoá até a cidade de Sumé, melhoria no abastecimento d´água na região, criação da Casa da Cidadania, asfalto da estrada que interliga Cabaceiras à São João do Cariri, asfalto de Parari à São João do Cariri e a conclusão da UPA em Serra Branca.

O vereador Francisco Junior apresentou uma proposta voltada para a crise hídrica, sugerindo a perfuração de poços em toda a região. Ele também denunciou que São João do Cariri está sem viatura policial.

O presidente Edvaldo Morais solicitou a construção de estrada com asfalto que interligasse a região de Gurjão à Juazeirinho. Ele acrescentou a necessidade de investir em recursos hídricos na região.

Os vereadores de São José dos Cordeiros Branco Sá e Valtércio Holanda reforçaram o pedido do asfalto com a estrada de Taperoá a Sumé.

Por fim, ficou acordado que o vereador Branco Sá irá representar o Parlamento do Cariri "C7" para apresentar as demandas apontadas na Audiência Regional dia 12 de junho em Sumé. A reunião ficou marcada o próximo dia 18 de junho, às 15h na cidade de Parari.

Paraíba Mix com Cariri em Ação

Prefeitura de São José dos Cordeiros promove Conferência Municipal de Educação e aprova Plano Decenal


Uma reunião para discutir os próximos 10 anos da educação de São José dos Cordeiros. Essa foi a pauta da Conferência Municipal de Educação, promovida pela Secretaria de Educação do município, na última terça-feira (19) no Clube Asa Branca. Cerca de 250 pessoas, entre estudantes, professores, servidores e autoridades do município participaram do encontro e discutiram o plano de metas para o ensino em São José dos Cordeiros nos próximos 10 anos.

O Plano Municipal da Educação foi apresentado em assembleia e agora será encaminhado para a Câmara de Vereadores, a fim de que seja conclusivamente aprovado.

O prefeito Fernando Queiroz participou da conferência e destacou que o que há de mais avançado para o contexto da educação do município foi inserido no novo Plano da Educação. A idéia é que através de projetos as necessidades da educação de São José dos Cordeiros sejam supridas e tenhamos uma melhoria significativa na qualidade do ensino na cidade.

A educação de São José dos Cordeiros tem avançado bastante nos últimos anos e entre suas principais conquistas estão à construção de uma creche padrão para as crianças cordeirenses, internet em todas as escolas rurais, substituição das carteiras e toda a mobília das instituições de ensino e climatização da maior escola municipal, a Manuel da Silva. Na zona rural, os investimentos também estão presentes e já foi licitada a construção de uma nova escola padrão, na comunidade do Simão Lopes, orçada em mais de R$ 800 mil.

Além do prefeito Fernando Queiroz, participaram da Conferência Municipal da Educação o vice-prefeito Jefferson Roberto, a presidente da Câmara de Vereadores, Lourdes Dantas, a secretária de educação, Flávia Dowsley Teobaldo, a coordenadora do CRAS, Alcione, e outras autoridades.

Ascom

Três ex-prefeitos caririzeiros são condenados por improbidade administrativa


O Tribunal de Justiça divulgou, na manhã desta sexta-feira (22), no Fórum Affonso Campos, em Campina Grande, o segundo lote de sentenças referentes à improbidade administrativa. O lote conta com 68 ações julgadas e diz respeito aos processos relacionados à Meta 4 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

De acordo com o coordenador da meta, O juiz Aluízio Bezerra Filho, o grupo especial de juízes e assessores julgou 68 processos, dos quais, 40 réus foram condenados, 24 tiveram absolvições e 4 julgamentos foram referentes à embargos de declarações.

“Nosso trabalho exige muita atenção e um exame criterioso, pois são processos que acabam deixando os envolvidos em situações constrangedoras e, pior, acarretam penas graves”, informou o magistrado.

Ele acrescentou, “o trabalho em desenvolvimento alcança todas as comarcas do Estado que importa na tramitação prioritária desses processos e o julgamento dos que se encontram regularmente instruídos”.

O objetivo da Meta 4, gerida, no âmbito do Judiciário estadual, pelo desembargador Leandro dos Santos, é identificar e julgar, até 31 de dezembro de 2015, 70% das ações envolvendo improbidade administrativa e crimes contra a administração pública, que foram distribuídas judicialmente até 31 de dezembro de 2012.

O desembargador Leandro dos Santos afirmou que até o final do ano, o grupo pretende alcançar o número de 80% de prolatação dos recursos.

O magistrado assegurou, ainda, que esses resultados são diretamente direcionados a sociedade paraibana, que pode verificar a ocorrência da identificação e devida punição dos maus gestores. “A análise dos processos acarreta em perda de mandato e direitos políticos, pagamento de multas, além de outras penas”, asseverou Leandro dos Santos.

Grupo especial – Para o julgamento das ações, foi criado um grupo especial de juízes e assessores jurídicos, com a incumbência de captar os processos espalhados por toda a Paraíba.

Além do gestor e do coordenador, o grupo especial é formado pelos juízes João Batista de Vasconcelos, Jailson Shizue Suassuna, Fábio José de Oliveira Araújo, Cláudio Pinto Lopes, Manuel Maria Antunes de Melo, Keops de Vasconcelos Amaral Vieira Pires e Eugenio Leite Ferreira Neto.

Veja abaixo a relação dos ex-prefeitos e vereadores que foram condenados:

01. Gilberto Muniz Dantas, ex-prefeito de Fagundes
02. Luciano Morais da silva, ex-prefeito de Salgadinho
03. Antônio Martiniano dos Santos, ex-prefeito de Assunção
04. Erivan Dias guarita, ex-prefeito de Monte Horebe
05. Juraci Pedro Gomes, ex-prefeito de Sossego
06. Maria Luiz do Nascimento Silva, ex-prefeita de Sobrado
07. Adão Luiz de Almeida, ex-presidente da Câmara de Tavares
08. Alessandro Alves da Silva, ex-prefeito de Pilõezinhos
09. João Bosco Nonato Fernandes, prefeito de Uiraúna
10. Maria Joaquina,Vieira, vereadora de Uiraúna
11. Geraldo Luiz de Araújo, vereador de Uiraúna
12. Francisco Alves Queiroz, vereador de Uiraúna
13. Maria dos Remédios Martins de Oliveira, vereadora de Uiraúna
14. Maria Dulcimar Rocha Duarte, vereadora de Uiraúna
15. Francisco Francinaldo da Silva, vereador de Uiraúna
16. Ricardo Jorge de Farias Aires, ex-prefeito de Cabaceiras
17. Antônio Medeiros Dantas, ex-prefeito de Cuité
18. Flávio Romero Guimarães, ex-Secretário de Educação de Campina Grande
19. Francisco Rosado da Silva, ex-prefeito de Nova Olinda
20. Edvardo Herculando de Lima, ex-prefeito de Lagoa Seca
21. Paulo da Cunha torres, ex-prefeito de Riachão
22. Alysson José da Silva Azevedo, ex-prefeito de Baraúna
23. José Severiano de Paulo Bezerra Silva, ex-prefeito de Tavares
24. João Bosco Cavalcante, ex-prefeito de Serra Grande
25. José Alencar Lima, ex-prefeito de Santana dos Garrotes
26. Edmislon Alves dos Reis prefeito de Teixeira
27. Elias Germano Queiroz, e vice-prefeito de Teixeira
28. Ernani de Sousa Diniz, ex-prefeito de Diamante
29. Francisco Umberto Pereira, ex-prefeito de Santana de Mangueira
30. João Luiz de Lacerda Júnior, ex-prefeito de Amparo
31. Jorge Urçulo Ribeiro Coutinho, ex-prefeito de Gurinhém
32. Euridíce Moreira da Silva, ex-prefeita de Itabaiana
33. José Benício de Araújo Filho, ex-prefeito de Pilar.

Com TJ-PB

Prefeitura de Parari inicia preparativos para o São Pedro 2015 e anunciará atrações dia 1º de junho


A Prefeitura Municipal de Parari vem se preparando desde o início do ano para realizar mais um tradicional São Pedro.

O São Pedro de Parari é um dos mais tradicionais do Cariri Paraibano e o Governo Municipal apesar do baixo repasse de recursos e a seca que assola a região decidiu manter a realização deste importante evento que aquece a economia do município.

No ano passado a cidade de Parari viveu um dos maiores eventos de sua história com shows de Santanna, Forrozão das Antigas, Karkará, Dejinha de Monteiro, Forró do Valle, além de bandas locais.

Em 2015 o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba enviou uma circular as prefeituras municipais orientando os gestores a não exceder os gastos com eventos juninos, podendo até ter multas imputadas e apreciação negativa nas contas anuais.

O Prefeito de Parari, José Josemar (Josa), disse que respeitará a circular do TCE, mas que não poderia deixar de realizar um evento tradicional que reúne anualmente milhares de pessoas na cidade e ainda prestigia os artistas locais.

“Neste momento a nossa prioridade é fazer investimentos que amenizem os efeitos da seca na nossa cidade como a construção de cacimbas, barragens subterrâneas e poços que estamos realizando, mas não poderia deixar de realizar mais uma grande festa de São Pedro para o povo de Parari e do Cariri Paraibano”, disse o gestor.

Paraíba Mix

EXCLUSIVO: Justiça autoriza reabertura do Matadouro em Serra Branca


Em dezembro de 2014 uma operação da Secretaria de Agropecuária do Estado junto a Polícia Civil interditou o único matadouro da cidade de Serra Branca. O local que é privado não atendia as exigências dos órgãos fiscalizadores do Estado, mas mesmo assim era considerado um dos melhores abatedouros da região.

Após o fechamento que veio prejudicar todos os “marchantes” da cidade de Serra Branca e consequentemente a população do município, o Secretário de Agricultura da cidade, Leonaldo Farias, procurou o proprietário do matadouro, Ivo Honorato e propôs a criação de um grupo de trabalho com o objetivo de reabrir o estabelecimento.

No Dia 17 de março foi realizado uma reunião com representantes da Vigilância Sanitária Estadual, Vigilância Sanitário Municipal, Vigilância Ambiental Municipal, Secretaria de Agricultura, um médico veterinário e o proprietário do matadouro.

A reunião culminou na busca e elaboração de concessões que dessem embasamento legal para o pedido de reabertura do matadouro.

O principal documento usado no processo foi uma lei aprovada pela Câmara de Vereadores em 2014, que neste caso permite que matadouro atenda as exigências próprias do Serviço de Inspeção Municipal, facilitando o processo de reabertura.

Com toda a documentação em mãos, o advogado Dr. Chico do Ligeiro, acionou a justiça que autorizou a desinterdição do matadouro, desde que houvesse um Alvará que foi prontamente concedido pela Secretaria de Administração de Serra Branca.

Legalmente o matadouro está liberado para funcionamento. O Secretário De. Leonaldo Farias e o proprietário Ivo Honorato estiveram participando do Jornal do Meio Dia para trazer as informações para a população e convocar os “marchantes” do município para uma reunião que acontecerá na próxima quarta-feira (27) na sede da Secretaria. A reunião tem o objeto de regulamentar os usuários do matadouro a Legislação Sanitária em vigor.

Paraíba Mix

Zizo Mamede: Vem aí a Reforma Política


O povo não está nem aí para a pauta da reforma política. Aos milhares, as pessoas foram às ruas em 2013, em 2014 e em 2015, mas em nenhum momento colocaram que o país precisa fazer mudanças institucionais para qualificar a nossa jovem democracia. Quem se mostra insatisfeito com a atual representação política nem sempre quer solução pela via política.

Quem propôs a reforma política com a participação direta da população através de um plebiscito foi Dilma Rousseff. Mas a presidenta foi prontamente boicotada pela maioria no Congresso Nacional e na mídia. As forças vivas da sociedade civil que propuseram uma plataforma de reformas progressistas, para democratizar a democracia, não obtiveram repercussão nacional.

Na campanha presidencial de 2014 a candidata Dilma Rouseff botou novamente o tema da reforma política na agenda. Mas, obteve votos e foi vitoriosa muito mais pelas realizações dos governos petistas e pelo temor do eleitorado de que houvesse um retrocesso com o PSDB do que pela insistência na proposta de mudar para melhor as regras da democracia.

Os arautos do discurso conservador conseguiram deformar as primeiras manifestações de junho de 2013: alcançaram o objetivo de incutir na cabeça da maioria que a corrupção é o inimigo público número 1 do Brasil. Assim sendo, tudo ficando muito simples com a identificação do inimigo. Basta que os justiceiros atuem para exterminar a corrupção para que os demais problemas, os demais medos sejam sanados, o que é um engodo.

Enquanto o povo acredita que a corrupção é o problema maiúsculo, os sonegadores, que neste ano de 2015 roubarão 500 bilhões de reais dos contribuintes e do Estado brasileiro, farão a festa, ficarão mais ricos com o dinheiro público que será depositado em bancos transnacionais fora do país. – A propósito, a  Operação Zelotes e a CPI do HSBC não estão na mídia porque atingem os donos do capital e da mídia.

Enquanto o povo foca os olhos e todos os sentidos, a razão e sentimentos na corrupção dos políticos, no inimigo número 1 como se fosse o único, os donos dos papeis da dívida pública interna farão o banquete com mais de 1 trilhão de reais, cerca de 40% (quarenta por cento) do orçamento da União a serem pagos de juros, amortizações e rolagem da dívida durante o ano de 2015. E o banquete continuará ano após ano.

Mas, enquanto o povo acompanhava indignado pela tela de TV o espetáculo do combate à corrupção, das urnas de 2014, pelos votos ou omissão do povo, emergia uma grande maioria de deputados e senadores eleitos com a força do dinheiro e com propostas mais conservadoras para enfrentar os problemas do país.

O parlamento brasileiro agora é dominado pelas bancadas da bala, da bola, dos bancos, do latifúndio, dos homofóbicos, das empreiteiras, dos corruptos. O Congresso está dominado pelos chamados achacadores. As duas casas do Congresso Nacional são dirigidas pelos caras que melhor representam esse retrocesso político, Cunha e Calheiros.

O povo comeu corda. O povo foi na “Onda”. O povo deu bobeira. O povo caiu na falácia do combate de morte contra a corrupção. O povo caiu no engodo da anti-política. O povo não entendeu que não há solução fora da política e da democracia. O povo fez o jogo dos corruptos, dos sonegadores e dos agiotas da dívida pública.

Enquanto o povo esbraveja e acusa que todo político “calça 40”, os deputados e senadores eleitos em 2014 com a força do dinheiro e do discurso fácil e falacioso querem deformar ainda mais a democracia com mudanças que darão muito mais força aos políticos que contam com o dinheiro para comprar apoios, correligionários e mandatos.

Vem aí a proposta de Cunha e Calheiros: transformar de vez a democracia brasileira em  plutocracia, o poder dos ricos: Voto distrital para o poder legislativo. Cada vaga nas câmaras de vereadores, nas assembleias legislativas e na Câmara Federal será disputada como eleição majoritária. Colada a esta proposta do voto distrital vem também a proposta de manter e aprofundar o financiamento de campanhas eleitorais com dinheiro de “doações” de empresários e empresas.

Em vez da reforma política proposta pela presidenta Dilma Rousseff ou pela sociedade civil, com fim do financiamento empresarial de campanhas e partidos, com o fim da coligação nas eleições para os parlamentos, com o voto proporcional em lista, com a criminalização do “caixa 2”, está em curso a deforma da democracia, encaminhada por Cunha e Calheiros para dar mais poder a quem tem o poder do dinheiro.

Enquanto isso, o bravo povo brasileiro que bate panelas (só vai à própria cozinha se for para bater panelas) contra Dilma, o povo que se paramenta com a camisa da CBF para protestar, esse povo continua com a sua vigília cívica em defesa do Brasil. Dos seus lugares por sua vez, corruptos, sonegadores, agiotas oficiais e achacadores riem baixo e murmuram por entre os dentes: “Bravo! Otários!”

Falta transparência pública em 137 Câmaras de Vereadores da Paraíba


O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) divulgou, nessa quarta-feira (20), um novo relatório sobre o índice de transparência pública nos municípios paraibanos. Além das prefeituras, as Câmaras de Vereadores também foram avaliadas e o resultado ainda está bem abaixo do exigido por lei. No levantamento ficou constatado que 137 Casas Legislativas ainda não possuem Portal da Transparência. Em novembro de 2014, 164 Câmaras estavam sem Portais. Atualmente, 92 Câmaras apresentam sites para disponibilização de informações do Poder Legislativo, restando 131 ainda sem site.

Quanto à possibilidade de solicitações de informações pela internet, foi verificado em maio de 2014 que 20 Câmaras de Vereadores apresentavam um e-mail, conforme disciplinado na Lei de Acesso à Informação. Eram elas: Aguiar, Cacimbas, Caldas Brandão, Catolé do Rocha, Condado, Cuitegi, Curral Velho, Frei Martinho, Gurjão, Imaculada, Itapororoca, Itatuba, Juazeirinho, Patos, São João do Tigre, São Miguel de Taipú, Serra da Raiz, Sobrado, Taperoá e Uiraúna.

No levantamento realizado em novembro de 2014, o número de e-mails continuou o mesmo do resultado anterior, mudando as Câmaras que os possuem: Aguiar, Alcantil, Bom Sucesso, Catingueira, Catolé do Rocha, Condado, Cubati, Curral Velho, Dona Inês, Frei Martinho, Igaracy, Itatuba, Juarez Távora, Juazeirinho, Lagoa Seca, Livramento, Patos, Pedra Branca, Pilões, Prata, Queimadas, Serra Branca, Taperoá e Uiraúna.

Atualmente, o número de Câmaras Municipais que possibilitam a solicitação de informações pela internet subiu para 40 são elas: Amparo, Bananeiras, Caraúbas, Condado, Frei Martinho, Guarabira, Bom Sucesso, Piancó, Picuí, São João do Cariri, Cacimba de Dentro, Catolé do Rocha, Cacimbas, Cajazeirinhas, Dona Inês, Itabaiana, Pedras de Fogo, Taperoá, Zabelê, Alagoa Nova, Cuité, Gurinhém, Juazeirinho, Poço de José de Moura, Santa Cecília, São Vicente do Seridó, Livramento, Parari, Queimadas, Riacho de Santo Antônio, Santa Luzia, Santana dos Garrotes, São Miguel de Taipu, Aguiar, Casserengue, Cuitegi, Emas, Itaporanga, Patos e Pedra Branca.

com Blog do Gordinho

Servidores da UFPB entram em greve dia 28


O Sindicato dos Trabalhadores em Ensino Superior da Paraíba (SINTESPB), da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), decidiram, durante assembleia na manhã desta quinta-feira (21), iniciar greve por tempo indeterminado na próxima quinta-feira (28). O SINTESPB foi o primeiro sindicato da base da FASUBRA a aderir ao movimento paredista.

Antes do início da greve, na próxima quinta-feira, deverá ocorrer uma nova assembléia. O SINTESPB assegura que o funcionamento do restaurante universitário, bibliotecas e laboratórios serão mantidos.

Os servidores querem correção das distorções e reposição das perdas inflacionárias nos salários. A pauta unificada pede um reajuste de 27,3%; manutenção de diretos trabalhistas, entre outras reivindicações.

Professores

Na última quarta-feira (13), os professores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) aprovaram, durante assembléia, o indicativo de greve. Segundo a Associação dos Docentes da UFPB (Adufpb), caso o Governo não atenda a propostas apresentada a greve pode ser declarada.  Assim como os servidores, os professorem reivindicam reajuste de 27,3%, conforme acumulado do déficit da inflação. A proposta ainda conta com 3% de aumento real.

A data de início da paralisação ainda não foi definida, mas, ainda de acordo com a Adufpb, uma nova assembléia será realizada no dia 27 de maio, quando os professores devem avaliar as negociações.

MaisPB

João Henrique acusa Ricardo Coutinho de perseguir prefeitos de oposição


O deputado João Henrique reafirmou compromisso com a oposição na Assembleia Legislativa e acusou o governador Ricardo Coutinho de perseguir gestores municipais que não fazem parte do seu grupo político. Na manhã de hoje, Henrique citou o município de Monteiro e disse que a prefeita Edna Henriques sofre com o “abandono” do governo.

O parlamentar afirmou que Ricardo Coutinho cortou aluns repasses que eram feitos ao município e disse que o motivo é a divergência partidária: “Eu integro as oposições. Não só eu como a prefeita Edna de Monteiro. E, hoje, parece que o governador riscou a cidade do mapa do estado. Suponho eu que seja porque integramos as oposições”, apontou.

João Henrique disse que o governador  retirou a plenária do Orçamento Democrático de Monteiro para não visitar a cidade: “A situação no município é tão horripilante que o governador transferiu a sede do Orçamento Democrático para Sumé. Lastimavelmente isso ocorreu. Ele transferiu porque simplesmente ele tem vergonha de ir a Monteiro”.

O deputado disse que apoio à candidatura de Adriano Galdino na Assembleia não significou abandono da bancada de oposição:  “Quando houve a eleição da Assembleia eu formatei uma composição com Branco Mendes e mais três deputados fizemos um compromisso com Adriano Galdino. E eu não costumo retroceder no que decido e votei em Adriano Galdino porque também fui candidato a vice-presidente , como o sou”, explicou.

Contudo, João relembrou posicionamentos contrários ao Governo do Estado. Ele disse que votou contra as contas dos exercícios de 2011 e 2012 e criticou declarações de Ricardo Coutinho sobre compra de deputados: “Porque antes, no período eleitoral o governador disse que se quisesse ter maioria, compraria deputados a R$ 300 mil e eu votei contra”, concluiu.

com Blog do Gordinho

Campeonato Paraibano: Raposa bate Auto e se isola na liderança do quadrangular final


O Campinense venceu a 2ª partida do quadrangular decisivo do Campeonato Paraibano e segue invicto na fase final da competição.

Na noite dessa quinta-feira (21), a Raposa bateu o Auto Esporte por 2 a 0, no estádio Amigão, em Campina Grande.

Com o resultado, o rubro-negro soma seis pontos e se isola na ponta da tabela, abrindo uma boa vantagem para o Botafogo, 2º colocado, com dois pontos.

O placar só saiu do zero no 2º tempo da partida. Aos 19 minutos, Nando balançou as redes do goleiro automobilista numa jogada de contra-ataque.

O 2º gol do Campinense também nasceu a partir de um contra-ataque, aos 38 minutos, com o atacante Reginaldo Júnior.

Na próxima quarta-feira (27) a Raposa enfrenta o Belo, também no Amigão. Já o Auto Esporte encara o Treze, lanterna da competição, na quinta (28), no estádio Almeidão, em João Pessoa.

MaisPB

Vice prefeito encaminha solicitações de ações que possam amenizar drama da seca e colapso de abastecimento


Mais uma vez demonstrando sua extrema preocupação com a situação hídrica e a eminencia de um colapso total de abastecimento em Monteiro, o Vice prefeito de Monteiro Cajó Menezes encaminhou o ofício 018/2015 GAPRE/VICE endereçado ao Deputado João Henrique, Vice Presidente da Assembléia Legislativa.

No ofício o Vice prefeito solicita que seja feito requerimento aos órgãos AESA, DNOSC, ANA, Ministério Público, além da Frente Parlamentar da Água, no sentido de fiscalizar e proibir urgentemente o plantio de tomate, pimentão e outras plantações com uso de agrotóxicos  nas margens do açude de Poções no município de Monteiro.

O ofício alerta ainda que  o referido açude abastece a cidade  e está com o volume hídrico atual de apenas 5% de sua capacidade.

Em outra correspodencia oficial, o Vice prefeito também solicitou do Deputado caririzeiro que busque meios para construção de uma Adutora tipo engate rápido, saindo do açude de Camalaú, para adutora do Congo, à fim de evitar o colapso no abastecimento de água de várias cidades no Cariri Paraibano à exemplo de Monteiro.

“São cidades cujos reservatórios de suprimento estão em estado crítico de reserva, lembrando que o açude de Camalaú é o único da região com possibilidade de abastecer por mais de um ano à adutora do Congo”, justificou Cajó.